CALIFÓRNIA

Pontos turísticos

Como andar de bondinho em San Francisco?

4 Mins de leitura

Quem viaja pra San Francisco já tem algumas atrações em mente: a ponte Golden Gate, as ladeiras da cidade e, claro, o bondinho! Gosto muito de andar nos bondes, acho um jeito ótimo de evitar as subidas e conhecer a cidade, parece coisa de filme. 🤩

Os cable cars, como chamam nos EUA, passam por toda a parte central da cidade, cheios de gente pendurada na lateral dos veículos.

É até estranho porque parece super inseguro, mas não é. Os motoristas respeitam muito os bondinhos e quem anda neles.

Os cable cars de San Francisco são os únicos do mundo que ainda funcionam com operação manual, eles existem desde 1873. 

Nesse post eu reuni todas as informações que você precisa saber sobre os bondinhos de San Fran, dá uma olhada. 

Ah! E se quiser ver como eles funcionam, tem um vídeo no meu canal mostrando a minha experiência. 👇🏾

🚎 Como funciona o bondinho em San Francisco?

Os bondinhos são puxados por um cabo que fica embaixo da rua e ficam firmes segurados por uma fenda entre os trilhos. Tem toda uma logística por trás.

Eles viajam a 15 km por hora, tudo isso controlado por um motor na central (que é onde fica o museu dos cable cars). 😉

Quando eles chegam no ponto final, tem que ser virados manualmente. Então, os bondinhos param em uma plataforma giratória, os funcionários empurram até ele dar a volta e assim pode retomar o trajeto. 

O passeio de bondinho demora entre 15 e 20 minutos, e passa um a cada 10 minutos, mais ou menos. 

Os bondinhos percorrem vários trechos onde dá pra ver cartões postais da cidade, como a Bay Bridge, Chinatown, Lombard Street e até Alcatraz. 

Para rodar a cidade são três linhas do bondinho: 

  • California Street: a mais antiga e usada pelos moradores, tem menos turistas.
  • Powell & Hyde: a maior e com mais paradas, chega em Fisherman’s Wharf.
  • Powell & Mason: tem o mesmo ponto de partida e chegada que a Hyde, só que faz outro caminho.

✓ Mapa da rota dos cable cars em San Francisco

Nesse mapa dá pra ver bem o caminho que cada linha de bondinho faz, olha só:

🌉Atrações no caminho do bonde de São Francisco

Só pegar os bondinhos e sair pela cidade já é um passeio e tanto, mas fica ainda melhor se combinar com algumas atrações no caminho. 🙆🏾‍♂️

Como os cable cars passeiam pelas partes principais de San Fran, dá pra descer em alguns pontos e pegar outro bondinho depois. 

Vou recomendar algumas atrações que são ideais pra fazer isso, além de conhecer o bonde, ainda vai riscar outros lugares do roteiro. 

Em alguns, vai ser preciso descer do bondinho e andar um pouco, ok? Mesmo assim vale a pena, e não vai precisar subir nenhuma das ladeiras enormes, prometo! 😅

✓ Cable Car Museum

Pra quem quer conhecer melhor a história dos bondinhos, por que eles quase foram extintos e como funcionam os cabos e motor, é o lugar perfeito.

Eles contam tudo, desde a criação dos cable cars, até agora. É um ótimo passeio pra crianças e adultos e dá pra explorar em uma ou duas horas, no máximo.

O museu funciona diariamente de 10 AM até 6 PM de abril a outubro. Entre novembro e março ele fecha uma hora mais cedo, às 5 PM. Entrada gratuita. 

  • Como chegar: pegar a linha California Street, descer na Mason Street e andar por 3 quarteirões na direção norte.

✓ Lombard Street

A rua mais famosa da cidade, conhecida por ser totalmente torta e cheia de curvas, além de ficar em uma ladeira. É um lugar bem curioso e que rende ótimas fotos.

Talvez você reconheça a Lombard Street por filmes e séries que mostram a rua, como ‘Um Corpo que Cai’ e ‘Três é Demais’. 

Com suas oito curvas e canteiros floridos, dá pra descer, ou subir se tiver coragem, por rampas e escadas na lateral. Eu já fiz um post sobre a rua aqui no blog.

  • Como chegar: pegar a linha Powell-Hyde na Powell Street. Tem um ponto pra no topo da Lombard Street, aí é só descer a pé (pra descer todo santo ajuda, né?). 😆

✓ Fisherman’s Wharf e Pier 39

Um dos bairros mais visitados da cidade, é popular porque tem muitos restaurantes na água que servem frutos-do-mar, lojinhas e artistas de rua.

A região é uma graça e ainda conta com o Pier 39, onde dá pra ver leões marinhos. É uma experiência única. 😍

Também é lar de navios históricos como o USS Pampanito e é de onde saem as balsas para Alcatraz no Pier 33.

  • Como chegar: você pode pegar a linha Powell-Hyde ou a Powell Mason, as duas têm como ponto final o Fisherman’s Wharf.

✓ Ghirardelli Square

Se você for pra San Francisco, não pode deixar de passar nesse lugar, que logo na entrada já ganha seu coração dando um tabletinho de chocolate. 😋

A Ghirardelli Square é onde fica a fábrica de chocolates da mesma marca, além de ter também uma sorveteira e uma lojinha pra comprar doces e outros produtos.

Também dá pra acompanhar o processo de fabricação dos chocolates no fundo da loja. Saiba mais nesse post com tudo sobre a Ghirardelli Square.

  • Como chegar: dá pra pegar o bondinho das linhas Powell, qualquer um dos dois, e descer no Fisherman’s Wharf. Andando poucos quarteirões, estará na Ghirardelli.

Macetes do Nego

Quer aproveitar pra tirar aquela foto perfeita nos bondinhos? Então espere chegar no ponto final, antes dele ser redirecionado. Quando todo mundo descer, faça seus cliques com o cable car vazio.

cable car san francisco

💵 Quanto custa andar de bondinho em San Francisco?

O ticket pra andar de cable car em São Francisco custa US$8,00 por pessoa, por viagem. 

Então, fique atento porque se descer do bondinho e quiser subir de novo, vai ter que comprar outra passagem. 😓

Se precisar fazer mais de uma viagem, vale a pena comprar o Visitor Passaport. Ele permite usar todo o transporte público de San Fran, pelo tempo que escolher. 

Os valores são de US$13 por um dia, US$31 por 3 dias ou US$41 por sete dias. Pra comprar é só baixar o aplicativo oficial da empresa no iOS ou Android.  

✓ Onde comprar a passagem física do Cable Car?

Pra quem não quer comprar passagem pela internet, prefere o ticket de papel, é possível comprar nos pontos finais ou iniciais da rota.

Também dá pra comprar direto dentro do bondinho, mas o dinheiro tem que estar trocado, pois, eles não dão troco. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *