CALIFÓRNIA

O Nego News

Hotel flutuante Queen Mary pede proteção contra falência

1 Mins de leitura

O hotel Queen Mary é um navio que fica atracado em Long Beach e que, assim como muitos hotéis na Califórnia, está passando por dificuldades financeiras.

“O mercado hoteleiro foi completamente devastado pela pandemia COVID e 2020 será considerado o ano de pior desempenho de todos os tempos para o mercado hoteleiro dos EUA”, disse Alan X. Reay, fundador do Atlas Hospitality Group.

O Queen Mary tem sido um desafio para operar. Em 2017 foi recomendada uma reforma no valor de US$ 289 milhões, para realizar melhorias necessárias para impedir que o navio inundasse. O navio possui 314 quartos e três restaurantes, alguns dos quais sofreram remodelações nos últimos anos.

A operadora do hotel tinha planos de criar um complexo na orla que lucraria o suficiente para se pagar e pagar a reforma do navio, mas não foi possível dar andamento. Desde então o hotel passa por dívidas.

A prefeitura de Long Beach disse em um comunicado que “está preocupada” com a falência da Eagle Hospitality, responsável pelo Queen Mary, “já que a empresa tem uma obrigação de longo prazo de garantir a manutenção e operação dos ativos da cidade”.

Ficou prevista para fevereiro a reunião entre a operadora do hotel e a Câmara Municipal de Long Beach para encontrar soluções para manter o hotel. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *